quarta-feira, 17 de maio de 2017

A Primeira Palavra

"Acompanhando a recente curvatura da terra
o primeiro olhar descreveu a sua órbita
sobre as oliveiras. Só mais tarde
a pomba roubaria o ramo
e iria de árvore em árvore propagar a primavera
Foi então que os olhos se cruzaram
e estava dita a primeira palavra
à superfície do tempo."

Ruy Belo  em "Aquele Grande Rio Eufrates"

domingo, 14 de maio de 2017

"Isto filhos, a poesia e a cozinha são irmãs" (XI)

 
Legumes em escabeche de frutos vermelhos sobre gratinado de batata e chévre vegano com salada tépida de couve roxa, pêra, manjericão e sultanas. Almoço de hoje. 💗😋😋💗

Nostalgia e Transmigração

"NOSTALGIA
Perder uma fotografia
é perder
um momento
duas vezes."
 
 
"TRANSMIGRAÇÃO
Deixei alguns poemas fugir-me
mas da última vez que reparei
eram mais felizes assim
sem mim."
 
 
Daniel Jonas em "Passageiro Frequente"

Há noites assim ... 😃😃😃

Epigrama

"Eu amo os meus sonhos, disse eu para alguém
Prosaico, em manhã de inverno, que com desdém
Replicou: «Não sou escravo de Ideal
E, como gente sensata, amo o Real».
Pobre louco, o ser e o parecer trocando -
É que eu amo o real meus sonhos amando."

Fernando Pessoa em "Poesia de Alexander Search

sábado, 13 de maio de 2017

"Música a Música" de Terrence Malick

"We thought we could just roll and tumble, live from song to song, kiss to kiss."
Faye/Rooney Mara em Song to Song
 
 
  

"Isto filhos, a poesia e a cozinha são irmãs" (X)

 
Noodles de arroz, perfumado com cebolinho e salsa, cogumelos selvagens, espargos, brócolos, gengibre e legumes à tailandesa. Molho agridoce, physalis e rúcula. 😋💗🌱🍄🌼

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Praia Pensada

"Chove sobre a praia pensada.
O vento que sinto não o penso,
incomoda-me, não o penso,
incomoda-me no que penso
e tudo torna menos real
por incomodado seu pensamento.
 
O vento é da meteorologia
o equivalente do pensamento,
a ideia que é e também a coisa,
varrendo com a suposição de si
tudo o que é tangente e palpável.
Mas este sucedâneo pensamento
afecta-me no que penso,
torna-me menos lúcido e mais sensível,
incapaz de arguir com o frio técnico
de se ter frio
e de ignorar as coisas que provocam frio.
 
Assim chove, penso-o, sobre a praia pensada.
A mim o sinto em pensamento,
não fosse este vento
levar-me tudo, a chuva, a praia,
deixando-me apenas um pensamento
desamparado."
 
Daniel Jonas em "Passageiro Frequente"

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Espaço Curvo e Finito

"Oculta consciência de não ser,
Ou de ser num estar que me transcende,
Numa rede de presenças e ausências,
Numa fuga para o ponto de partida:
Um perto que é tão longe, um longe aqui.
Uma ânsia de estar e de temer
A semente que de ser se surpreende,
As pedras que repetem as cadências
Da onda sempre nova e repetida
Que neste espaço curvo vem de ti."

José Saramago  em "Os Poemas Possíveis"

terça-feira, 9 de maio de 2017

Diz tu por mim, silêncio

"Não era hoje um dia de palavras,
Intenções de poemas ou discursos,
Nem qualquer dos caminhos era nosso.
A definir-nos bastava um acto só,
E já que nas palavras me não salvo,
Diz tu por mim, silêncio, o que não posso."
 
José Saramago em "Os Poemas Possíveis"

segunda-feira, 8 de maio de 2017

Um soneto de Daniel Jonas

"Dói-me o que não escrevi, e não tive em sorte,
Como um condor que, abrindo as suas braças
No mais profundo céu, chora as carcaças
Do que não teve em vida nem em morte;
Tudo o que não escrevi é passageiro,
Estação que nestas folhas não detive;
Do que escrevo sou escravo e o mantive
Pra fardo alijado ao mar negreiro
(Que os versos são só palha e porém fardo).
Sofri, mas foi por pouco que o sofri.
Melhor: murchei. Fui flor e nem flori.
Melhor errei. Honrosa a flor que é cardo.
Escrever é dor. Esquecer dor é. Que vício!
É uma hérnia na alma este ofício ..."
 

Daniel Jonas  em "Nó"

domingo, 7 de maio de 2017

"Isto filhos, a poesia e a cozinha são irmãs" (VIII)

 
Legumes assados com chimichurri e topping de caldeirada de amendoim. Arroz de cogumelos selvagens, cebolinho, coentros e tomate seco. Salada de rebentos de soja, espargos verdes, cebola roxa e rabanete, perfumada com vinagrete de maracujá e groselhas negras. 💗😋😋💗

sábado, 6 de maio de 2017

Canção do Poente

"À distância contemplei o mar
Pousando o queixo sobre a minha mão,
Quando o sol dá, no poente a findar,
Um sentido místico de imensidão.
E uma estranha pena, um medo senti,
Um certo desejo, qual súbito amar,
De alguma coisa que não está aqui
E que nunca eu poderei alcançar."

Fernando Pessoa  em "Poesia de Alexander Search"

quarta-feira, 3 de maio de 2017

"Digo que o melhor serviço que um poema ou um escritor pode prestar ao leitor não é satisfazer o seu intelecto, nem oferecer-lhe algo interessante e refinado, nem pintar para ele grandes paixões, indivíduos ou acontecimentos, mas inculcar-lhe vigorosa e limpa humanidade, religiosidade, dar-lhe como possessão e hábito central, um bom coração."
Walt Whitman em "Folhas de Erva"
 
Whitman é, para mim, um dos maiores poetas de todos os tempos. 
Pela sua representatividade, ao conter a América do Norte do séc XIX em "Folhas de Erva", estando para aquela como Catulo da Paixão Cearense está para a América Latina.
Pela indisciplina ao romper com as regras e adoptar o verso livre.
Por ser imenso e conter multidões condensando em si próprio toda a modernidade, do misticismo à engenharia, da empatia humanitária à dureza da intelectualidade.
Mestre